Anthony Garotinho, que foi preso, volta pro hospital por ordem do TSE - Notícias - Diligência - Credibilidade em informação jurídica

Notícias

Anthony Garotinho, que foi preso, volta pro hospital por ordem do TSE

Diversas 19/11/2016

Preso e removido do hospital para o presídio de Bangu, o ex-governador do Rio Anthony Garotinho vai voltar para um hospital, por ordem do Tribunal Superior Eleitoral. A repórter Fernanda Graell acompanha e tem as informações ao vivo.

 Anthony Garotinho pode ser transferido a qualquer momento de Bangu para um hospital. A mulher dele, Rosinha Garotinho, advogados e amigos do ex-governador aguardam a chegada da Polícia Federal e da ambulância que vai levá-lo.

A decisão da ministra Luciana Lóssio saiu no início da noite de sexta-feira (18), menos de 24 horas depois do ex-governador ter chegado a Bangu. Anthony Garotinho será levado para um hospital particular na Zona Norte do Rio de Janeiro, o que foi autorizado na decisão da ministra, desde que o custo da internação seja pago pela família do ex-governador. Ele deve ser submetido a um cateterismo.

De acordo com a ministra Luciana Lóssio, não ficou claro que Anthony Garotinho estava recebendo regalias no hospital municipal, o que justificaria a transferência dele para o complexo de Bangu.

Na decisão, a ministra disse que não foi indicado nada de concreto nas supostas regalias que o ex-governador estaria recebendo no Hospital Municipal Souza Aguiar.

O Ministério Público estadual investiga se houve tratamento privilegiado para o ex-governador.

"Não houve regalias. A Rosinha realmente dormiu no hospital na noite de ontem, mas não dormiu na UTI, não dormiu no local onde ele está, ela dormiu em uma sala administrativa que foi cedida pelo hospital para que ela ficasse", diz Clarissa Garotinha, deputada federal e filha de Anthony Garotinho.

A Secretaria Municipal de saúde negou regalias, e disse que separou uma sala para a família apenas pra não atrapalhar a rotina do hospital.

Na noite de quinta-feira (17), a transferência pra bangu foi bastante confusa. Ainda no quarto do souza aguiar, o ex-governador resiste a ser colocado na maca. Em um áudio, dá para ouvir Anthony Garotinho discutindo com um agente.

Homem:A gente só precisa te levar.
Garotinho:Levar é o....que você vai me levar. Isso tudo foi armado. Eu não vou, eu não vou.
Homem:O senhor vai. O senhor vai.

Do lado de fora do hospital mais confusão. Antes de amanhecer, Rosinha Matheus já estava em Bangu, para levar remédios para o marido. O cardiologista do ex-governador foi junto e os dois visitaram Anthony Garotinho na cela, um benefício que, segundo a Secretaria Estadual de Administração Penintenciária, é concedido a qualquer preso.

Durante o tempo em que ficar no hospital, o ex-governador só vai poder receber a visita de parentes e de advogados e não poderá usar aparelhos de comunicação como telefones. Depois dos exames cardíacos, anthony garotinho deverá ficar em prisão domiciliar até que seja analisada em plenário a liminar que pede a liberdade dele.

Fonte: G1

© Diligência.com.br
competente, confirma , sentença, indenizar, indenização, turma, mandado de segurança, recorreu da sentença, Conselho Regional, Colegiado, desocupação , Defensoria Pública da União, DPU, Ministério Público Federal , MPF, Advocacia-Geral da União , AGU, Caixa Econômica Federal , CEF, Departamento Nacional de Infraestrutura , DNIT, Departamento de Estradas e Rodagem , DER, DNER, PFE, Data do julgamento, Publicação no diário oficial , Servidores públicos , aquisição de estabilidade, condenação, condena, condenado, recorrente , recorrido, constituição federal, aposentadoria por invalidez, AIDS, portador, cardiopatia, imposto de renda, IR, Fazenda Nacional , apelante, princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, união , agravo de instrumento, adicional de férias, polo passivo, interesse processual , processamento e julgamento, pensões e aposentadorias, pensão, aposentadoria, competência, demandante, descumprimento da obrigação, sentença penal , unânime, provimento, aposentadoria especial, tempo de serviço, tempo de contribuição, julgou procedente, autarquia , Instituto Nacional do Seguro Social , INSS, CTPS, impetrante, ajuizamento da ação, serviço especial , ANP