Comitê de Equidade do TJRS define linhas de atuação - Notícias - Diligência - Credibilidade em informação jurídica

Notícias

Comitê de Equidade do TJRS define linhas de atuação

Jurídicas 13/12/2019
Comitê de Equidade do TJRS define linhas de atuação

Comitê de Equidade do TJRS define linhas de atuação

Pioneiro no Judiciário brasileiro, o Comitê de Equidade de Gênero, Raça e Diversidade do Tribunal de Justiça do RS (TJRS) começa a delinear sua atuação. Nesta sexta-feira, foi realizado o segundo encontro do grupo, que teve na pauta a definição de diretrizes e futuras iniciativas.

O Presidente do Comitê, Desembargador Túlio Martins (3º Vice-Presidente do TJRS), afirmou que o objetivo é avançar com iniciativas concretas, dialogando com magistrados e servidores. "Em busca de uma inclusão efetiva de todos os que integram o Judiciário gaúcho, bem como de todos os cidadãos que buscam nossos serviços."

Inicialmente, foi definida a periodicidade da reuniões, com a realização sempre na 3ª sexta-feira de cada mês, às 17h.

Entre as iniciativas para disseminação do tema, deliberou-se que serão promovidos eventos com membros do Comitê voltados aos integrantes do Judiciário, de forma itinerante junto ao TJ e Foros, para qualificar o atendimento ao público. Também serão promovidos encontros com convidados e especialistas na temática.

Pauta do segundo encontro definiu diretrizese futuras iniciativas do grupo(Foto: Eduardo Nichele)

"Não podemos dizer que somos uma instituição inclusiva se não praticamos essa inclusão", disse a Juíza Karen Luise Vilanova Batista de Souza Pinheiro. "Precisamos parar e pensar sobre isso e mudar nossas condutas. Dialogando, abrindo discussão e melhorando nossas práticas." 

Também será promovida, no primeiro semestre do próximo ano, edição do evento Pausa e Prosa, dirigido ao público interno do TJ, que abordará a construção do preconceito e a discriminação por religião, sexo, classe social e raça.

Será ainda elaborado um cronograma alinhado a datas alusivas a questões de gênero, raça e diversidade, para promover a reflexão e o debate tais assuntos.

Participaram também da reunião a Juíza-Corregedora Geneci Ribeiro de Campos, o Diretor do Departamento Médico Judiciário, Jair Segal, a Coordenadora da UNIBEM, Enaile Ortiz, e a servidora Sofia Kelbert Nitschke.

O Comitê foi instituído pelo Ato nº 024/2019-P, e seus integrantes designados pela Portaria nº 044/2019-P.

EXPEDIENTEAssessora-Coordenadora de Imprensa: Adriana Arendimprensa@tj.rs.gov.br 

Publicação em 13/12/2019 19:13Esta notícia foi acessada 25 vezes.

Fonte: Tribunal de Justiça do Estado do do Rio Grande do Sul

© Diligência.com.br
competente, confirma , sentença, indenizar, indenização, turma, mandado de segurança, recorreu da sentença, Conselho Regional, Colegiado, desocupação , Defensoria Pública da União, DPU, Ministério Público Federal , MPF, Advocacia-Geral da União , AGU, Caixa Econômica Federal , CEF, Departamento Nacional de Infraestrutura , DNIT, Departamento de Estradas e Rodagem , DER, DNER, PFE, Data do julgamento, Publicação no diário oficial , Servidores públicos , aquisição de estabilidade, condenação, condena, condenado, recorrente , recorrido, constituição federal, aposentadoria por invalidez, AIDS, portador, cardiopatia, imposto de renda, IR, Fazenda Nacional , apelante, princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, união , agravo de instrumento, adicional de férias, polo passivo, interesse processual , processamento e julgamento, pensões e aposentadorias, pensão, aposentadoria, competência, demandante, descumprimento da obrigação, sentença penal , unânime, provimento, aposentadoria especial, tempo de serviço, tempo de contribuição, julgou procedente, autarquia , Instituto Nacional do Seguro Social , INSS, CTPS, impetrante, ajuizamento da ação, serviço especial , ANP