“Em cada processo trabalhado por vocês existe uma vida, uma história”, afirma o presidente do TJTO aos servidores durante Justiça Cidadã em Xambioá - Notícias - Diligência - Credibilidade em informação jurídica

Notícias

“Em cada processo trabalhado por vocês existe uma vida, uma história”, afirma o presidente do TJTO aos servidores durante Justiça Cidadã em Xambioá

Jurídicas 20/10/2020
“Em cada processo trabalhado por vocês existe uma vida, uma história”, afirma o presidente do TJTO aos servidores durante Justiça Cidadã em Xambioá
A caravana do Projeto Justiça Cidadã chegou nesta semana à Região Norte do Tocantins. A primeira parada foi na Comarca de Xambioá, que integra o grupo de 2ª Entrância do Judiciário tocantinense, ou seja, de médio porte. Atualmente a comarca possui 1.119 processos distribuídos, número diretamente ligado ao trabalho do juiz local e dos poucos mais de 10 servidores da unidade.
Ao falar para esse público e para representantes da comunidade local durante o Justiça Cidadã, o presidente do Tribunal de Justiça do Tocantins, desembargador Helvécio de Brito Maia Neto, apresentou um vídeo sobre o resultado do trabalho da Justiça e trouxe a reflexão para magistrado e servidores: “todos os dias vocês lidam com inúmeros processos e em cada processo trabalhado por vocês existe uma vida, uma história, a busca da realização de um sonho”. A afirmação do desembargador foi feita para reforçar a missão do Judiciário de atender cada vez melhor o cidadão em todos os atos judiciais.        
Maia Neto ainda ressaltou que o Justiça Cidadã vem buscando promover essa importante aproximação entre o Judiciário e a sociedade. O Projeto já percorreu 33 (incluindo Xambioá) do total de 40 comarcas, atendendo mais de sete mil pessoas, com capacitação de servidores e serviços da Justiça ofertados à comunidade. 
Promoção efetiva da Justiça
“A visão que muitas pessoas ainda têm é bem limitada e o Judiciário é amplo, uma vez que sem Justiça não se tem dignidade, cidadania. A revolução e evolução vêm de propostas como essa do Justiça Cidadã que promovem efetivamente a Justiça”, complementou o juiz Fabiano Ribeiro, atualmente designado para responder pela Comarca de Xambioá.
Avaliação também é do advogado Aleandro Silva dos Santos, que representou a OAB seccional Tocantins durante o evento. “Sempre fomos parceiros da magistratura, do Judiciário, pois é uma garantia do Estado de Direito e o Justiça Cidadã é um marco importante de aproximação da Justiça e a sociedade.”
O evento também foi acompanhado pelo delegado da Polícia Civil de Xambioá Jodvan Benevides da Silva, o capitão da Polícia Militar Gean da Silva Leal, de Alexandre Vaz Gomes, diretor da Cadeia Pública, e pelo vereador Paulo Cesar Lucena de Sousa, representando a Câmara Municipal de Xambioá.
Premiação do Concurso de Redação
Durante o evento em Xambioá também houve a entrega da premiação do Concurso de Redação Justiça Cidadã, realizado nas edições do Projeto antes da pandemia da Covid-19. Na localidade, o concurso envolveu os alunos da Escola Estadual Eurico Mota e teve como vencedores em 1º lugar Jonatan Pedroso Soares, em 2º lugar Alex Fernandes, prêmio recebido pelo pai José Fernandes, e em 3º lugar Neuza Vitória Spindula Carvalho, prêmio recebido pela mãe Sônia Spindula.
“Eu agradeço em primeiro lugar a Deus e depois à minha família que é a minha base por essa premiação. Entender a importância e o funcionamento do Poder Judiciário é fundamental para a nossa cidadania”, afirmou o grande vencedor do concurso.
Capacitação de servidores
Ainda dentro da programação do Justiça Cidadã, os servidores da Comarca de Xambioá participaram da Roda de Conversa com o presidente do TJTO e com a chefe de gabinete da Presidência do TJTO, Glacielle Torquato, além de palestras sobre as rotinas de trabalho. Sustentabilidade e o gerenciamento consciente dos recursos foi o tema apresentado pelo servidor do Núcleo de Gestão Socioambiental (Nuges) Júlio César Oliveira.
Já o coordenador de Gestão Estratégica do TJ, Wallson Brito, falou sobre Planejamento Estratégico do Judiciário para os próximos seis anos, e a servidora Kellen Stakoviak orientou sobre movimentação processual. Além disso, a servidora Juliane Fernandes realizou na Comarca treinamento sobre Eproc Nacional, e a fisioterapeuta do Espaço Saúde Sandra Carvalho promoveu atendimentos e repassou ensinamentos sobre ergonomia.
Texto: Kézia Reis / Fotos: Rondinelli Ribeiro
Comunicação TJTO















Fonte: Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins

© Diligência.com.br
competente, confirma , sentença, indenizar, indenização, turma, mandado de segurança, recorreu da sentença, Conselho Regional, Colegiado, desocupação , Defensoria Pública da União, DPU, Ministério Público Federal , MPF, Advocacia-Geral da União , AGU, Caixa Econômica Federal , CEF, Departamento Nacional de Infraestrutura , DNIT, Departamento de Estradas e Rodagem , DER, DNER, PFE, Data do julgamento, Publicação no diário oficial , Servidores públicos , aquisição de estabilidade, condenação, condena, condenado, recorrente , recorrido, constituição federal, aposentadoria por invalidez, AIDS, portador, cardiopatia, imposto de renda, IR, Fazenda Nacional , apelante, princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, união , agravo de instrumento, adicional de férias, polo passivo, interesse processual , processamento e julgamento, pensões e aposentadorias, pensão, aposentadoria, competência, demandante, descumprimento da obrigação, sentença penal , unânime, provimento, aposentadoria especial, tempo de serviço, tempo de contribuição, julgou procedente, autarquia , Instituto Nacional do Seguro Social , INSS, CTPS, impetrante, ajuizamento da ação, serviço especial , ANP