Ações chinesas sobem com setor de infraestrutura; petróleo pressiona - Notícias - Diligência - Credibilidade em informação jurídica

Notícias

Ações chinesas sobem com setor de infraestrutura; petróleo pressiona

Negócios 24/02/2016

As ações chinesas fecharam em alta nesta quarta-feira (24) sustentada pelos setores de infraestrutura e indústria, mas no restante da Ásia os índices recuaram pressionados pela queda do petróleo.

 O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,65%, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,9%.

O mercado chinês já se recuperou cerca de 10% ao longo do último mês, impulsionado por uma alta dos mercados globais, sinais de estabilização do iuan e esperanças de que Pequim vai apresentar novos estímulos econômicos durante a reunião do Legislativo da China que começa no dia 5 de março.

Já os outros índices asiáticos recuaram com a queda dos preços do petróleo após a Arábia Saudita descartar efetivamente cortes na produção pelos principais produtores em breve, levando investidores a buscarem ativos seguros, como o iene.

Às 7:39 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão caía 1,36%, afastando-se ainda mais da máxima de seis semanas atingida na segunda-feira.

O índice Nikkei do Japão fechou com queda de 0,85%, no menor nível em uma semana com a queda do petróleo e a valorização do iene pesando sobre as exportações.

O ministro do Petróleo da Arábia Saudita, Ali Al-Naimi, disse a executivos da área na terça-feira que os mercados não devem ver o acordo dos quatro principais produtores do mundo para congelarem a produção aos níveis de janeiro como um prelúdio de cortes na produção.

Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,85%, a 15.915 pontos.

Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 1,15%, a 19.192 pontos.

Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,9%, a 2.929 pontos.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,65%, a 3.109 pontos.

Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,09%, a 1.912 pontos.

Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,62%, a 8.282 pontos.

Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 1,95%, a 2.619 pontos.

Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 2,1%, a 4.875 pontos.

Fonte: G1

© Diligência.com.br
competente, confirma , sentença, indenizar, indenização, turma, mandado de segurança, recorreu da sentença, Conselho Regional, Colegiado, desocupação , Defensoria Pública da União, DPU, Ministério Público Federal , MPF, Advocacia-Geral da União , AGU, Caixa Econômica Federal , CEF, Departamento Nacional de Infraestrutura , DNIT, Departamento de Estradas e Rodagem , DER, DNER, PFE, Data do julgamento, Publicação no diário oficial , Servidores públicos , aquisição de estabilidade, condenação, condena, condenado, recorrente , recorrido, constituição federal, aposentadoria por invalidez, AIDS, portador, cardiopatia, imposto de renda, IR, Fazenda Nacional , apelante, princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, união , agravo de instrumento, adicional de férias, polo passivo, interesse processual , processamento e julgamento, pensões e aposentadorias, pensão, aposentadoria, competência, demandante, descumprimento da obrigação, sentença penal , unânime, provimento, aposentadoria especial, tempo de serviço, tempo de contribuição, julgou procedente, autarquia , Instituto Nacional do Seguro Social , INSS, CTPS, impetrante, ajuizamento da ação, serviço especial , ANP