IPO da Seabras pode chegar a R$ 1,684 bi - Notícias - Diligência - Credibilidade em informação jurídica

Notícias

IPO da Seabras pode chegar a R$ 1,684 bi

Negócios 23/01/2012
IPO da Seabras pode chegar a R$ 1,684 bi

A Seabras Serviços de Petróleo publicou hoje aviso ao mercado com o cronograma de sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), a primeira de 2012. O pedido de registro da oferta pública de distribuição primária foi protocolada na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em 13 de dezembro. Conforme o anúncio, serão ofertadas inicialmente 48 milhões de ações ordinárias.A quantidade de ações inicialmente ofertadas poderá ser acrescida em até 15%, ou 7,2 milhões de ações (lote suplementar) e também em 20%, ou 9,6 milhões de ações (lote adicional), totalizando 64,8 milhões de ações. A faixa indicativa de preço por ação é de R$ 20,00 a R$ 26,00. Pelo teto da faixa indicativa e incluindo os lotes extras, a oferta poderá alcançar R$ 1,684 bilhão. Sem contar os lotes extras, e pelo piso da faixa indicativa de preço por ação, o IPO poderá chegar a R$ 960 milhões.

O período de reserva vai de 30 de janeiro a 8 de fevereiro, e o prazo da coleta de intenções de investimento (bookbuilding) vai de hoje a 9 de fevereiro, data em que o preço por ação será fixado. A concessão de registro da oferta pela CVM está previsto para 10 de fevereiro e o início da negociação das ações na BM&FBovespa, em 13 fevereiro. A data prevista de liquidação da oferta é 15 de fevereiro, e o encerramento do prazo de exercício da opção de ações suplementares é 9 de março, com liquidação em 14 de março.

O montante de no mínimo 10% e no máximo 15% do total das ações da oferta será destinado a investidores não institucionais (oferta de varejo). A Seabras é subsidiária da norueguesa Seadrill, fabricante de embarcações para perfuração de óleo e gás em águas profundas, listada na New York Stock Exchange (Nyse) e na bolsa de Oslo. A intenção da companhia é listar ações no Novo Mercado da BM&FBovespa. Os coordenadores da oferta são BTG Pactual, Morgan Stanley e Citigroup.

Fonte: Exame.com

Fonte: Exame

© Diligência.com.br
competente, confirma , sentença, indenizar, indenização, turma, mandado de segurança, recorreu da sentença, Conselho Regional, Colegiado, desocupação , Defensoria Pública da União, DPU, Ministério Público Federal , MPF, Advocacia-Geral da União , AGU, Caixa Econômica Federal , CEF, Departamento Nacional de Infraestrutura , DNIT, Departamento de Estradas e Rodagem , DER, DNER, PFE, Data do julgamento, Publicação no diário oficial , Servidores públicos , aquisição de estabilidade, condenação, condena, condenado, recorrente , recorrido, constituição federal, aposentadoria por invalidez, AIDS, portador, cardiopatia, imposto de renda, IR, Fazenda Nacional , apelante, princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, união , agravo de instrumento, adicional de férias, polo passivo, interesse processual , processamento e julgamento, pensões e aposentadorias, pensão, aposentadoria, competência, demandante, descumprimento da obrigação, sentença penal , unânime, provimento, aposentadoria especial, tempo de serviço, tempo de contribuição, julgou procedente, autarquia , Instituto Nacional do Seguro Social , INSS, CTPS, impetrante, ajuizamento da ação, serviço especial , ANP