Fundador do Megaupload vai continuar preso - Notícias - Diligência - Credibilidade em informação jurídica

Notícias

Fundador do Megaupload vai continuar preso

Diversas 23/01/2012
Fundador do Megaupload vai continuar preso

O fundador do site de compartilhamento de arquivos Megaupload, Kim Dotcom (Kim Schmitz), vai continuar atrás das grades, apesar de negar as acusações de pirataria e lavagem de dinheiro. A decisão foi tomada nesta segunda-feira por uma corte da Nova Zelândia. As informações são da agência "Reuters".

Em audiência, a procuradora Anne Toohey disse que o alemão oferecia risco "no ponto extremo na escala" por ter acesso a múltiplas identidades, fundos e ter fugido de acusações criminais. Toohey afirmou ainda que as investigações do FBI ainda não chegaram a todas as contas bancárias de Dotcom.

O advogado do fundador do Megaupload, no entanto, garante que o cliente não vai retomar os negócios ou fugir, além de continuar contribuindo com a Justiça. Dotcom teve os fundos congelados e os passaportes apreendidos.

Segundo o juiz David McNaughton, conceder fiança imediata será difícil e o anúncio da decisão será feita por escrito até quarta-feira.

O governo dos Estados Unidos acusa o alemão de armar um esquema para conseguir mais de 175 milhões de dólares em poucos anos, com cópia e distribuição não autorizada de músicas, filmes e outros conteúdos protegidos por direitos autorais. No lado oposto, está a defesa, alegando que o Megaupload apenas oferecia armazenamento na rede.

A empresa foi fechada pelo FBI e pela Filesonic após sites como Wikipédia e Craigslist saírem do ar em protestos do Stop Online Piracy Act (Sopa) e Protect IP Act (Pipa), que pregam o fim da pirataria na rede. Ambos os movimentos contam com o apoio de sites de entretenimento, porém recebem críticas do Twitter, Google e Facebook, que consideram as medidas ofensivas à liberdade de expressão.

Fonte: SRZD

Fonte: SRZD

© Diligência.com.br
competente, confirma , sentença, indenizar, indenização, turma, mandado de segurança, recorreu da sentença, Conselho Regional, Colegiado, desocupação , Defensoria Pública da União, DPU, Ministério Público Federal , MPF, Advocacia-Geral da União , AGU, Caixa Econômica Federal , CEF, Departamento Nacional de Infraestrutura , DNIT, Departamento de Estradas e Rodagem , DER, DNER, PFE, Data do julgamento, Publicação no diário oficial , Servidores públicos , aquisição de estabilidade, condenação, condena, condenado, recorrente , recorrido, constituição federal, aposentadoria por invalidez, AIDS, portador, cardiopatia, imposto de renda, IR, Fazenda Nacional , apelante, princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, união , agravo de instrumento, adicional de férias, polo passivo, interesse processual , processamento e julgamento, pensões e aposentadorias, pensão, aposentadoria, competência, demandante, descumprimento da obrigação, sentença penal , unânime, provimento, aposentadoria especial, tempo de serviço, tempo de contribuição, julgou procedente, autarquia , Instituto Nacional do Seguro Social , INSS, CTPS, impetrante, ajuizamento da ação, serviço especial , ANP