Após operar instável, dólar fecha em queda e fica abaixo de R$ 3,95 - Notícias - Diligência - Credibilidade em informação jurídica

Notícias

Após operar instável, dólar fecha em queda e fica abaixo de R$ 3,95

Negócios 02/03/2016

 O dólar fechou em queda, abaixo de R$ 3,95, após operar com instabilidade nesta terça-feira (1º), refletindo o estímulos adotados na China e a alta dos preços do petróleo. A baixa da moeda se intensificou após dados melhores que o esperado sobre a indústria dos Estados Unidos alimentarem a demanda por ativos de risco.

A moeda norte-americana perdeu 1,55%, a R$ 3,9411, interrompendo dois dias de alta. Mais cedo, quando subia, chegou a ser vendida a R$ 4,01. Veja a cotação. Em 2016, moeda tem desvalorização de 0,19%.

Acompanhe a cotação ao longo do dia:
Às 9h19, caía 0,45%, a R$ 3,9855.
Às 9h59, caía 0,352%, a R$ 3,9894.
Às 10h50, subia 0,107%, a R$ 4,0078.
Às 11h30, subia 0,125%, a R$ 4,0085
Às 11h59, alta de 0,05%, a R$ 4,0055
Às 12h30, queda de 0,22%, a R$ 3,9942
Às 13h31, queda de 0,96%, a R$ 3,9647.
Às 14h, queda de 1,37%, a R$ 3,9484.
Às 15h10, queda de 1,11%, a R$ 3,9588.
Às 16h09, queda de 1,56%, a R$ 3,9409.

"O otimismo com a China continua ajudando moedas emergentes hoje, mesmo depois de alguns dados fracos", disse o operador da corretora Correparti Ricardo Gomes da Silva à agência Reuters.

A melhora nos mercados externos já vinha desde a véspera, quando o banco central da China cortou as taxas de compulsório para tentar aquecer a economia. O movimento se sobrepôs até à rodada de números fracos sobre a segunda maior economia do mundo, que alguns operadores afirmaram aumentar a chance de o país adotar ainda mais estímulos.

As notícias também alimentaram expectativas de maior demanda chinesa por petróleo, contribuindo para elevar os preços da commodity. Sinais de que a sobreoferta global estaria começando a diminuir também ajudavam.

Intervenções do BC
No Brasil, o anúncio pelo BC de leilão de até 9,6 mil swaps cambiais para rolagem dos contratos que vencem em abril também contribuiu. Se mantiver o ritmo e vender a oferta integral até o penúltimo pregão do mês, como de praxe, o BC rolará integralmente o lote de abril, equivalente a US$ 10,092 bilhões. Entenda o que são swap cambial, leilão de linha e venda direta de dólares.

"Pouca gente acreditava que o BC diminuiria a rolagem, mas existe sempre um ajuste marginal quando o anúncio de fato acontece", explicou à Reuters o operador de uma corretora nacional. O BC rolou integralmente os últimos sete lotes de swap.

Véspera
Na segunda-feira, o dólar fechou em alta de 0,15%, vendida a R$ 4,0035. Em fevereiro, houve queda de 0,52%. No ano, houve valorização acumulada de 1,41%.

Fonte: G1

© Diligência.com.br
competente, confirma , sentença, indenizar, indenização, turma, mandado de segurança, recorreu da sentença, Conselho Regional, Colegiado, desocupação , Defensoria Pública da União, DPU, Ministério Público Federal , MPF, Advocacia-Geral da União , AGU, Caixa Econômica Federal , CEF, Departamento Nacional de Infraestrutura , DNIT, Departamento de Estradas e Rodagem , DER, DNER, PFE, Data do julgamento, Publicação no diário oficial , Servidores públicos , aquisição de estabilidade, condenação, condena, condenado, recorrente , recorrido, constituição federal, aposentadoria por invalidez, AIDS, portador, cardiopatia, imposto de renda, IR, Fazenda Nacional , apelante, princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, união , agravo de instrumento, adicional de férias, polo passivo, interesse processual , processamento e julgamento, pensões e aposentadorias, pensão, aposentadoria, competência, demandante, descumprimento da obrigação, sentença penal , unânime, provimento, aposentadoria especial, tempo de serviço, tempo de contribuição, julgou procedente, autarquia , Instituto Nacional do Seguro Social , INSS, CTPS, impetrante, ajuizamento da ação, serviço especial , ANP